Não quero mais carne

Hambúrguer maluco de beringela com aveia, em resumo. Imagem: Lara Dantas

Não é um relato sobre adesão ao vegetarianismo ou veganismo. Apenas cansei das proteinas animais, sem rótulos.

Em outra oportunidade me autodeclarava vegetariana, com direito a defesa dos animais e revelações sobre a industria alimentícia. Falhei.

Acredito ser diferente agora. A verdade é que carne nunca me fez falta. Minha mãe diz que detestava carne vermelha na infância, justo quando o ganha pão da familia era uma churrascaria.

Parece até irônico.

Então o que posso dizer é que juntou a fantasia criativa com a não vontade de comer.

Digo que agora é definitivo porque há um espaço na minha cabeça só para o que deve ser banido, a moral é quem manda. Pois acho que a carne está pagando aluguel e prestes a fechar contrato neste endereço.

Enquanto isso aprecio a melhor proteína de soja que já comi. Tudo bem, foram poucas… Mesmo assim continuo adorando criar coisas novas todos os dias.

Como é a sua relação com a carne?