Tira e põe

O sentido das palavras muda, ou melhor, varia. Não há como sustar, porque até o sinal de alerta não evita a multa. A cargo dos falantes, espere o valor da bronca.

Das vinte e duas definições de máscara, apenas uma aparece à mente. Aposto não ser a única.

Outrora, o trajeto mais seguro consistia em afluência. Por hora, é melhor trocar a rua e seguir a esmo.

Voltadas ao toque, as mãos hesitam. E quando encostam, levantam suspeita. Na dúvida, o álcool virou propício, água e sabão mais ainda.

Até o normal agora é novo, talvez nem tanto, porque já virou osso.

Atada aos olhos

a venda

recaiu à face,

pouco mais abaixo,

e remeteu o brilho que pertence aos olhos.

Imagem.


Sem perder as esperanças,

até logo!