O que é brigadeiro?

A alimentação em casa priorizava sempre alimentos que pudussem ser colhidos, as poucas exceções demandavam ocasiões especiais.

Não sei bem como essa latinha de brigadeiro pareceu numa dessas vezes, mas me parece um senso maternal de atenuação das privações. Em composição a máxima: criança ama açúcar.

Voltando ao ocorrido, fica bem claro na embalagem, é brigadeiro. Até então, esse era o sentido da palavra.

Só fui perceber o equívoco durante o recreio na escola, quando o assunto da rodinha foi o bendito doce.

– ... prefiro mais firme, disse uma criança.

Ora! É melhor queimado no fundo, retorquiu outra.

– Não! O bom mesmo é ao ponto de enrolar, sobressaltou uma terceira.

Sem entender as preferências, tive que perguntar! – Aquela latinha?

As reações partiram do estranhamento até a censura, afinal de contas, brigadeiro é a simples mistura, em fogo brando, de achocolatado, leite condensado e manteiga.

Há quem retire, acrescente ou adapte outros ingredientes, porém, esse é o básico.

Pensando bem, o pote continua sendo o que promete, o preparo original também, seja como for.

A verdade é que tudo é certo, a partir de quem e onde se fala.

Paz e bem.

Imagem reprodução: Pinterest.